Quinta-feira, 17 de Maio de 2007

quebra-cabeças

 

Eu tenho os meus momentos contigo sempre que estás comigo.

Tu e eu, quando estamos os dois encontrados no mesmo lugar.

Eu beijo nos teus lábios quando os meus se encostam nos teus.

Os nossos lábios quando estão juntos têm vontade de se beijar.

 

Somos colegas em profissões diferentes e inimigos a lutar do mesmo lado.

Somos farinha do mesmo saco e divorciados vivendo sobre o mesmo tecto.

Fazes sinais que eu não compreendo e não entendes também estes sinais.

Andamos de candeias às avessas tal como um puzzle que quebra-cabeças.

 

Eu quero mais de ti se quiseres assim e aceitares mais de mim.

Dá-me mais para receberes tanto como pedes e eu te quero dar.

Eu faço a minha parte se cumprires a tua e repartimos por igual.

Abre a tua mão e guarda para ti o que te dou quando tu me dás.

 

Somos animais da mesma fauna e estrelas luzentes em galáxias distantes.

Somos trapaceiros nas mesmas batotas e noivos sem casamento marcado.

Fazes sinais que eu não compreendo e não entendes também estes sinais.

Andamos de candeias às avessas tal como um puzzle que quebra-cabeças.

 

Eu tenho olhos verdes e tu tens castanhos mas vemos o mesmo.

E se vês o sol enquanto vejo as nuvens então nós vemos o céu.

Eu dou sem pedires nada e fico parado quando te movimentas.

Tu esperas quando vou a caminho e aguardo se tu não chegas.

 

Somos amantes nas horas vagas e namorados nos nossos tempos mortos.

Somos estranhos em caminhos desavindos e casados sem papel passado.

Fazes sinais que eu não compreendo e não entendes também estes sinais.

Andamos de candeias às avessas tal como um puzzle que quebra-cabeças.

 

Um abraço...

shakermaker

 

para ver: ThePaintedVeil » Edward Norton
para ouvir: Jigsaw Puzzle por The Rolling Stones em Beggars Banquet
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | RECOLHER POST
De KI a 17 de Maio de 2007 às 23:58
Tomei a liberdade de levar essa frase sua, que escrevi acima, para o Trampolim, obviamente, identifiquei-a, espero que não se importe.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags