Sábado, 23 de Dezembro de 2006

sexy #03

 

O Pai Natal é um homem sexy! Sim, infelizmente, está mais que provado que o Pai Natal está aí para as curvas. Ao contrário do que se possa pensar, não são só as criancinhas que sentem fascínio pelo Pai Natal. Na verdade, as mulheres são doidas pelo Pai Natal e com certeza não se importavam de sentar ao seu colo. Não digo isto como heresia à quadra natalícia ou por desrespeito pelas mulheres mas apenas porque estas se sentem seguras na sua presença. Vejamos, o Pai Natal veste um fato vermelho bem ao gosto dos fetiches de certas mulheres e usa também um cinto muito fashion tal como o estilo moderno e metrossexual que elas tentam impingir aos seus mais-que-tudo. Além disso, tem barbas e cabelos grisalhos que, segundo elas, dão muito charme a qualquer homem seja qual for a sua idade. O Pai Natal não precisa de um automóvel descapotável para chamar a atenção das mulheres porque, mesmo tendo um simples trenó puxado por renas, o veículo dele voa pelos céus. Mais depressa o Pai Natal leva uma mulher ao céu do que qualquer outro homem. Mesmo que este consiga proporcionar-lhe vários orgasmos múltiplos. O Pai Natal não precisa sequer de tocar numa mulher com um dedo para que esta sinta prazer. Além disso, elas ficam loucas com a frase emblemática do Pai Natal: “Vem sentar-te aqui ao colinho?”, e elas sentam-se mesmo… No mínimo, uma valente galheta, levam os homens que disserem isto a mulher que não lhes seja íntima. E adoram quando o velho bonacheirão lhes sussurra ao ouvido: “Ho, ho, ho, ho…”, ficam possuídas mesmo… Caso algum homem faça o mesmo a uma mulher, elas perguntam logo se estamos com tosse e recomendam-nos chupar um rebuçadinho. Mas ao Pai Natal tudo se perdoa, tudo se permite e o homem que se lixe! O que vale é que o Natal é quando o homem quiser, mesmo que a mulher não esteja de acordo, e só temos que aturar o sacana do velho balofo uma vez por ano.

 

Um abraço...

shakermaker

para ver: Singin`In The Rain »Gene Kelly
para ouvir: Happy X-Mas (War Is Over) por John Lennon em Imagine
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
18 LINCHAMENTOS:
De Marisa a 26 de Dezembro de 2006 às 11:24
Caro Shakermaker,
mais uma vez um texto muito engraçado e bem escrito, não é novidade eu sei.
Mas se me permite discordar, até porque é coisa que gosto de fazer sempre que se justifique, ou não justifique mas me apeteça, a minha grande preferência vai para o Rudolfo... a rena do Pai Natal, acho-o o máximo com a nariz a piscar, e na realidade todos nós sabemos que o pai natal só chegou onde está graças ao Rudolfo, que vai comandando as restantes renas e é assim uma espécie de governate do Pai NAtal...
E a música dele tambem é muito mais gira, já o pai natal, o vermelho de facto acenta-lhe bem, mas imagino que com aquela aperencia tenha diabetes, colesterol, hipertensão e fico sempre com receio de que tenha um AVC de cada vez que lá vai a casa.
Portanto eu gosto mesmo é do Rudolfo.
Caro Shakermaker, para si um 2007 cheio de coisas boas... o que quer que isso signifique.

Um abraço.
De Ana a 26 de Dezembro de 2006 às 14:31
Hei Feliz Natal... e se o Natal é deprimente para ti... para mim é o máximo...
Altura de receber bons presentes... Por exemplo o meu perfume favorito... um TM topo de gama, umas camisolas bem sexys, uns pijamas de por a cabeça do Pai Natal andar à roda, uma meias das tias, uns bombons das vizinhas, uns sais de banho das invejosas, umas pantufas das frustradas, uma tela dos amantes de arte como eu, e finalmente o meu carrinho.... k bem valeu a pena esperar por este Natal... assim ao contrário de ti... eu sou fanática pelo Natal.
Porraaaaaaaaaaaaaaaa ainda falta tanto tempo para voltar a sentar-me no colo do velhinho e sussurrar os meus pedidos... chupar uns rebuçadinhos e kem sabe algo mais..... rsrsrsrs.... (isto se o pai natal for tipo Richard Gere) risos.
Beijos para ti.... e preprara-te para o Novo Ano... esse sim sempre a bombar. :)
De sofia a 26 de Dezembro de 2006 às 14:36
Olá, gostei da tua descrição do natal, sui generis e pouca imaginação, mas a maioria das pessoas com mais idade são mesmo assim, e quem sabe nós também viremos a ser... pois o meu natal foi bem alegre, pelo encontro da familia dispersa pelo mundo, pelas gargalhadas, pela partilha de bons momentos, foi bom sim e valeu a pena. um bem hajas que quando queres ser és bem divertido. sofia
De Noivo a 26 de Dezembro de 2006 às 15:19
Boa perspectiva....dá que pensar:) Por isso é que sempre preferi a mãe natal:) abraço
De Breal a 26 de Dezembro de 2006 às 20:27
Existe coisa mais chata que a figura do pai natal? E o menino Jesus? Mas afinal em quem devemos acreditar? O menino é muito novo para poder comprar as prendas, o pai natal é muito gordo para caber na chaminé, não seria mais lógico acreditarmos nos Reis, porque me parece serem os únicos com capacidades para comprar e dar alguma coisa. Eu ando à procura do meu Rei, na esperança de receber algo elevado, por isso tento que todos os dias sejam Natal.
De SÉQUITO & MÓINAS a 26 de Dezembro de 2006 às 20:28
Quam consegue resistir aquelas barbas brancas e longas?! :)
http://sunshine.blogs.sapo.pt/
De Diana a 26 de Dezembro de 2006 às 20:36
Desta vez tenho de discordar... nao me parece que o pai Natal seja minimamente um homem interessante... as mulheres já não gostam de velhos.. cada vez mais gostamos de homens mais novos... Quanto muito achamos-lhe tanta piada como a um boneco de peluxe, devido as roupas e ao formato redondo, mas isso passa em dois minutos. Bem quanto ao Natal.. Felizmente todos os anos temos uma receita de bacalhau diferente... quanto aos presentes... bem acho que é inevitavel... ha sempre quem nos da aquilo que não queremos... tipo bombons quando estamos de dieta... paciencia!
De morgana a 26 de Dezembro de 2006 às 22:46
Não me parece mal visto não senhor!!

desancar shakermaker

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags