Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

viva a vida com bom humor!

 

A minha médica disse-me para ter uma vida mais saudável: nomeadamente na alimentação. Aliás, todos os nutricionistas alertam para que comamos, pelo menos, uma maçã por dia por causa do ferro. E acrescentam ainda uma banana pelo potássio e uma laranja pela vitamina C. Depois aconselham para que tomemos uma chávena de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes, mas também cerca de dois litros de água. Sempre que possível, todos os dias devemos urinar quantos litros bebemos. Na publicidade, dizem que tomar um Actimel por dia faz-nos bem por causa dos seus milhares de L. Casei Imunitass – que ninguém sabe bem exactamente o que são – porque ajudam nas defesas do corpo. Assim como aconselham a bebermos um litro de leite rico em magnésio, diariamente. Os médicos dizem que uma aspirina por dia previne os enfartes e que um copo de vinho também. Já o vinho branco, dizem que estabiliza o sistema nervoso. Todavia, ainda ninguém nos explicou se faz bem à saúde tomar tudo isto ao mesmo tempo todos os dias. Continuam a advertir-nos para a importância de comer fibras – quantas mais, melhor – mas fico sempre com a sensação que mais vale comer logo um pulôver do que não sei quantas caixas de Muesli. Também dizem que devemos comer entre quatro a seis refeições ligeiras diariamente, sem nos esquecermos de mastigar pelo menos umas cem vezes por cada garfada ou colherada. Ora, isto implica que, só para comer, precisamos dumas quatro horas diárias. Já para não falar do tempo que perdemos a escovar os dentes após cada uma destas refeições. Ou seja, depois de comer a maçã, a banana, a laranja, as fibras e as tais seis refeições ligeiras, tem sempre que lavar a dentição. Ah, mas não se esqueça de lhe correr o fio dental, massajar as gengivas, escovar a língua e por fim bochechar com o raio do Tantum Verde!
 
Com todas estas exigências, podemos até aproveitar para colocar um plasma na casa de banho pois, entre a água, a fibra e os dentes, vamos passar ali várias horas por dia. Ora debruçado no lavatório, ora sentado na sanita. Desde tenra idade que somos instruídos a dormir, pelo menos, oito horas por noite e a não trabalhar mais que oito horas por dia, também. Sendo que, e pelo que já constatámos, precisaremos de mais quatro horas para ingerir todas aquelas refeições (higiene oral e defecação adicional, incluídas). Temos então, e até agora, vinte horas despendidas nisto tudo. Sobram apenas quatro horas, desde que não percamos duas horas em filas de trânsito, claro está. Algumas estatísticas comprovam que assistimos a, pelo menos, duas horas de televisão diariamente e mais outras tantas a navegar pela internet. Porém, presumindo que todos nós somos adeptos duma vida saudável, então preferimos gastar algum tempo dessas restantes quatro horas a caminhar ou a fazer jogging. Também dizem que convém guardar algum tempo para os amigos pois estes carecem e merecem serem tratados tal como as plantas: regando diariamente. Pois, mas que eu saiba não há plantas chatas e sem vida própria. Agora é que a porca torce o rabo: então, e tempo para o sexo? O ideal seria todos os dias, embora haja quem afirme que assim há o perigo de cairmos na rotina. Pergunto: comer maçãs, bananas, laranjas, fibras, beber chá verde, vinhos tinto e branco, Actimel, escovar os dentes e a língua, etc. E isso já não é rotineiro quanto baste? As mulheres dizem que os homens têm que ser mais criativos e inovadores para manter acesa a paixão. Tudo bem, só que isso não é conciliável com uma vida saudável. A menos que só pratiquemos a sempre tão apetecível "rapidinha", tudo o resto, que seja mais demorado, não é compatível com os parâmetros duma vida assim tão "light"!
 
Caso optemos antes pelo sexo tântrico e ponhamos em prática toda a nossa criatividade, um mero dia e as suas vinte e quatro horas não nos chegam para amar, ou mesmo fornicar, a nossa cara-metade enquanto fazemos intervalos para comer maçãs, bananas, laranjas, Muesli, beber água, chá verde, vinhos tinto e branco, escovar, limpar e bochechar os dentes, etc. É que nem sequer temos tempo para ter amantes! Quanto ao sexo, só vejo uma única solução: dar uma queca super rápida na casa de banho num intervalo entre escovar os dentes, massajar as gengivas, limpar a língua e ainda bochechar com elixir. Também é necessário que haja tempo para varrer, passar, limpar, coser, lavar, secar… Ah, e apanhar ar, porque tudo isto cansa qualquer um! Até já perdi a conta ao número de horas que seriam necessárias para termos, num só dia, uma vida saudável e em perfeita comunhão com tudo e com todos. A única solução que me ocorre é fazer todas essas coisas ao mesmo tempo! Por exemplo, tomar duche de água fria com a boca aberta: assim bebemos água e aproveitamos para escovar e bochechar os dentes. Podemos também comer a maçã, a laranja e a banana junto com a nossa mulher na cama. Ou então convidar os nossos amigos para participar numa orgia lá em casa com salada de frutas à mistura. No fim, podemos celebrar e brindar com vinho tinto ou vinho branco. Enfim, estas são apenas algumas ideias extravagantes mas que nos poupariam algum tempo para uma vida bem mais saudável, pois doutra forma parece-me uma tarefa impossível. Na verdade, eu já tentei fazer tudo isto a seu devido tempo mas mesmo assim não resulta: agora mesmo vou ter que terminar este post pois tenho que fazer uma pausa para cagar a merda das fibras. Mas antes, ainda há tempo para deixar um conselho: mais do que viver a vida com boa saúde, relaxe e aproveite e viva a vida com bom humor!
 
Um abraço...
shakermaker

 

para ver: TheGreenMile » Hanks /Darabont
para ouvir: All I Need por Radiohead em In Rainbows (2007)
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | RECOLHER POST
Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags