Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

a espada de dâmocles

 

Eu vejo a espada de Dâmocles mesmo em cima da tua cabeça,

e estão a tentar um novo tratamento para te tirar desse calvário.

Mas dizem que essa tal radiação mata tanto o mal como o bem,
E talvez para te curarem também tenham que te matar primeiro.

 

Eu já vi ou soube de gente que morreu de acidentes ou drogas,

e ainda ontem vi uma mulher ser atropelada por um autocarro.

Mas parece que sobreviveu pois ainda não estava na sua hora,
e talvez para te curarem também tenhas que sofrer até ao fim.

 

Essa mistura de morfina e soro que se usa agora nas nossas ruas,

apenas mata a tua dor mas não é suficiente para te manter vivo.

Mas este jogo entre a vida e a morte tem as suas próprias regras;

Não vou ser eu nem tu que vamos mudar uma tradição tão forte.

 

Agora acho que tudo o que podia ser feito, já foi feito desta vez.

Claro que amanhã é outro dia mas podes não estar cá para ver.

Pode ser que vás desta para melhor mesmo sabendo que é treta.

Meu, vejo a espada de Dâmocles mesmo em cima da tua cabeça.

 

Mas não desanimes, que se não morreres agora, morres depois.

E quem sabe se não morro eu antes, e então morremos os dois.

 

Um abraço...

shakermaker

 

para ver: PlanetTerror » RobertRodriguez
para ouvir: Hallelujah por NickCave&TheBadSeeds em No More Shall We Part
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
4 LINCHAMENTOS:
De noivo a 18 de Outubro de 2007 às 11:29
grandes verdades aqui dizes! deliciosamente perturbador!
De Lazy Cat a 19 de Outubro de 2007 às 09:40
Morrem sempre os dois. Mesmo que morras depois.

Beijo de gata
De Marta a 19 de Outubro de 2007 às 19:00
A crueza de sempre tão típica de Mr Shaker!
Mais dia menos dia,andará tudo com a espada à cabeça.

Outro abraço!
De SÉQUITO & MÓINAS a 19 de Outubro de 2007 às 19:51
Visita-me
http://donasereia.blogspot.com/

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags