Sexta-feira, 23 de Março de 2007

(quase) tudo sobre leques

 

Originalmente, os leques eram usados pelos camponeses chineses para enxotar moscas. Para quem não sabe, as moscas chinesas são extremamente aborrecidas pois são insectos que gostam de voar em redor dum indivíduo até este ficar de olhos em bico. Mas houve um certo camponês que reparou que os leques também faziam deslocar o ar. Quem diria... Estes chineses são tipos muito espertos. Vai daí, começaram a abanar os leques para se refrescarem. Porém, houve uma certa meretriz que achou que não era de macho um camponês ser visto abanando um leque. De imediato, os camponeses largaram os leques e passaram a enxotar as moscas com uma rama de ortigas. Isso sim, um gesto de macho! Então, a dita meretriz tratou de pôr em prática a sua brilhante ideia. Para ela, um leque representava mais do que um enxotador de moscas ou uma membrana de ventilação. Esta viu nos leques excelentes utensílios de sedução para serem ostentados pelas jovens concubinas da China como também pelas melhores gueixas do Japão. Num ápice, tratou de ensinar às suas concubinas algumas coreografias com leques. Além disso, aproveitou a arte milenar da linguagem gestual chinesa para criar uma nova linguagem. A chamada linguagem salamaleque. Esta linguagem compreendia-se através de sinais com os próprios leques quando manuseados pelas jovens cortesãs. Abanar o leque diante do próprio rosto enquanto se olhava para um homem representava que uma mulher estava disponível para este. Ao passo que abanar o leque diante do peito era uma claro sinal que o homem visado podia convidar a respectiva gueixa para tomar um saqué. Já abanar o leque em frente do baixo-ventre significava que valia tudo menos despentear o mitsuko. E foi assim que a linguagem dos leques, a linguagem salamaleque, se estendeu por toda a Ásia, em todo o Oriente. Não tardou muito, com as epopeias dos descobrimentos, para que o Ocidente começasse também a usar os leques orientais. Os povos do Norte da Europa serviam-se dos leques para enxotar moscas, enquanto os povos do Sul preferiam refrescar-se abanando os leques. Todavia, os povos mais ao Centro, como por exemplo os normandos, desde logo viram os potenciais sedutores dos leques. Era comum, nas cortes da Normandia, as donzelas abanarem o leque em movimentos circulares diante de si. Nisto os cavalheiros tinham que adivinhar se as donzelas estavam a enxotar as moscas, se estavam a refrescar-se ou se estavam mesmo com os calores. Fenómeno mais conhecido por afrontamento.

 

Um abraço...

shakermaker

 

para ver: Memoirs Of A Gueisha » Li Gong
para ouvir: In A Little While por U2 em All That You Can`t Leave Behind
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
5 LINCHAMENTOS:
De Dr.ª High Heels a 23 de Março de 2007 às 00:21
(Deixa-me lá desancar neste gajo, neste momento não há nada que me dê mais prazer. Ao que uma dótoura chega!)

Ai hoje estamos de abanico?
De quando em vez também o uso para enxotar melgas! É muito eficaz! Até trouxe hoje um comigo não fosse dar-se o caso de encontrar alguma pelo caminho...ZZZZZZZZZZZZZZ...Trás! Esta foi mesmo com o sapato. Há melgas que não entendem certas linguagens subtis!

[gravar Ips? está bem está, vê lá se consegues apanhar o meu...deixo aqui o meu rico sapatinho e já vais com muita sorte!]
De nena a 23 de Março de 2007 às 10:19
olha,sabes o que tenho na mesinha de cabeceira? pois claro, não sabes é que tem desenhado a nossa sra fátima..juro!..e que faço com ele para além de tudo o que já disseste?..essa também não sabes.(não cheira a bacalhau, juro), mas também não vou revelar, também me apeteceu agora ficar cheia de salamaleques e manias.olha, faço-te 1 convite..vem cá ver..
ah..e tenho outro no corredor
mas esse mesmo só
pra quando tá calor.
smak!




De Mariana a 23 de Março de 2007 às 11:03
A sedução é uma arte, decididamente não é para todos.
Os leques são um artefacto de sedução, mas no Oriente também podem ser uma arma mortal.
De qualquer modo, usado de uma forma ou outra, o leque pode ser fatal. :-)
De nena a 23 de Março de 2007 às 21:46
ai, tava capaz de te dizer assim ufsssx..tou com calores..abanica-me aqui por baixo pa ver se a coisa arrefece filho. ( é pá, não sei porquê mas contigo apetece-me sempre ser ordinária..qué que eu hei-de fazer?..


De Morgaine a 23 de Março de 2007 às 22:04
olha eu já nem consigo comentar, caramba:: depois de me rir com o texto desato às gargalhadas com os comentários, sobretudo depois de me lembrar que a nena tem um leque gigante em casa,para aí um metro e tal e tou a imaginar alguem a abafar-lhe os calores.. quanto á sra de Fátima tem uma folha tem, mas se quiseres saber de quê faz como ela diz e vai ver!
aii abraços,só pela risota fiquei a gostar mais de ti. Caro Shaker,obrigada e bom fds!

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags