Sexta-feira, 16 de Março de 2007

ambos temos tomates

 

É comum ouvir-se dizer que uma pessoa corajosa tem tomates. E isto tanto serve para homens como para mulheres pois esta expressão não coloca em causa a feminilidade duma mulher. Contudo, esta relação entre coragem e testículos não é assim tão evidente, a priori. Talvez os homens tenham reparado que, em situação de fraqueza devido ao frio ou ao medo, os testículos encolhem e se recolhem no corpo. É verdade que a castração é conhecida na Antiguidade, sobretudo nos animais, embora ninguém consiga precisar porque surgiu também a ideia de cortar os tomates aos homens. Porém, é possível que essa descoberta tenha ocorrido por mero acaso ou na sequência de um acidente ou coisa que o valha. Seja como for, descobriu-se que um animal sem testículos era mais dócil, que desenvolvia mais gordura e interessava-se menos por sexo. O que na verdade até era prático, tanto para os animais de quinta e cativeiro como para os guardas de haréns, porventura.

 

Como é evidente, a endocrinologia sexual  ainda não era conhecida e seriam necessários muitos séculos passarem até a biologia demonstrar que os testículos produzem uma hormona masculina, a testosterona. Esta hormona actua sobre o corpo, contribuindo para produzir músculo, mas também sobre o cérebro e o pénis, por intermédio da sua acção na libido e na erecção. No entanto, não é possível concluir se os homens que fazem mais sexo têm mais testosterona ou se produzem mais testosterona porque vão para a cama mais vezes. Até porque, por esta ordem de ideias, um onanistélico compulsivo não só seria um arcaboiço de homem como também teria coragem para dar e vender. Portanto, quando dizemos que um fulano tem tomates, referindo-nos ao seu carácter, cometemos pelo menos três erros. O primeiro consiste em fazer da coragem uma característica relacionada com a testosterona pois um tipo pode nem sequer ter apetite sexual e ser danado para a porrada. Talvez atinja mesmo o clímax pontapeando um par de testículos alheios, quiçá. Além disso, mesmo que a testosterona aumentasse a coragem, o segundo erro seria transformá-la numa característica exclusivamente masculina. Com efeito, as mulheres também produzem testosterona nos seus ovários, sem sequer passarem pelo incómodo que é ter testículos. Elas nem se dão conta da sorte que têm… Que eu tenha conhecimento, nunca nenhuma mulher entalou os ovários na breguilha. Em terceiro lugar, o poder da testosterona deve ser relativizado porque, segundo a ciência, a testosterona para actuar transforma-se numa hormona feminina através duma enzima, a aromatase, que também se produz nos testículos. Quem diria... Traídos pelos nossos próprios tomates(!)

 

Ou seja, nas entranhas dos tomates masculinos são as hormonas femininas que se esfalfam a trabalhar e não os espermatozóides como sempre se pensou. Estes só servem para nos reproduzirmos ou simplesmente para mancharmos os lençóis ou os azulejos. Sendo assim, bem podemos deitar por terra o velho mito que situa as virtudes masculinas no tamanho dos seus penduricalhos. Isto porque, homens e mulheres possuem hormonas masculinas e femininas simultaneamente. Apesar da sua popularidade, a expressão "ter tomates" é machista e deveras infundada. Assim como a ideia absurda de haver uma "força de carácter" instalada nos testículos. Apesar destas curiosas semelhanças entre homens e mulheres, são elas que mesmo assim mantêm a vantagem sobre nós. Sim, por mais que tentemos, nunca lhes vamos conseguir acertar um chuto nos ovários. Enfim, ambos temos tomates(!)

 

Um abraço...

shakermaker

 

para ver: The Black Dahlia »BriandePalma
para ouvir: TheLoveOfRichardNixon por ManicStreetPreachers em LifeBlood
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
9 LINCHAMENTOS:
De nena a 16 de Março de 2007 às 14:41
ora então, que bela introdução,
estamos virados prá horta hoje.
a maria sabe tudo sobre legumes; e diz que quando se apanham,não devemos apertá-los mto,pois ela gosta é do sumo. devem ser manuseados hábilmente, e quando lhe disse:mas maria, nunca gostei de sumo de tomate..tá bem filha; mas vai lá apalpando devagarinho a fruta que quando estiver no ponto,..raios!!..eu até já te expliquei o porquê de termos acabado com as vacas cá da quinta..
a maria é que sabe,mas que passei a prestar mais atenção e respeito aos ditos cujos passei,e prescindo bem das vacas também.
De nena a 16 de Março de 2007 às 16:00
e se eu fosse mto mas mto porca, dizia assim;

eu não tenho, deixa-me lá apalpar os teus querido!
( mas não sou, talvez 1 bocadinho badalhoca..e glutona..quando os tento meter na boca..)
e quanto ás grainhas, nada como usar o fio dental a seguir)
De Morgaine a 16 de Março de 2007 às 19:54
Ora viva caro Shaker,em primeiro lugar não te importas de me tratar por tu? não sou mais kota do que o senhor de certeza embora já corram um bom par de anos desde que conheço isto.. adivinha.. foi no Urban jungle que nos cruzamos. Pois! Não sabia que catalogavas blogs; o meu velho citadel de cor de rosa amaricado é que era um blog generalista.. este é mais pr'o descarregar as fúrias se é que me faço entender. tem muito a ver com a testosterona. Não há novidade no que ali disseste sobre a dita mas está mesmo cintificamente provado queo excesso de testosterona nos homens provoca estados mais agitados que nem têm nada a ver com vontades de copular, até porque o inverso também se verifica, homens sem testosterona podem ser autênticos tarados sexuais. O espermatozoide, meu amigo, é apenas um véículo, uma vez que é portadoir de um cromossoma inutil:o Y maldito.. O X é o que lhe vale, carrega a informação genética que vai combinar com o óvulo. Mas nunca passou de um fracalhote que servia para o acaso transmitir os caracteres à descendência. Com tomates ou não, A HISTÓRIA já estava escrita há muito nas estrelas e não são os paleios das provincias que vão mudar isso.
ahh.. é verdade..
Acho que és inteligenti :) coff
Porque é que tenho a impressão de conhecer a tua cara? foste a um almoço do UJ?
De Bochecha Boémia a 16 de Março de 2007 às 20:47

Interessante!!

lol Só uma coisa... não são maças na foto??

Abraço!!
De Artemísia a 16 de Março de 2007 às 22:02
Olá! A Morgana mudou de casa e de nome. Aparece em www.terceiravez.blogspot.com
Beijinhos
De nena a 18 de Março de 2007 às 17:06
é pá; os teus tomates não andam lá mto bem cotados no mercado desta semana; baixa o preço, mete-os de molho e expôe-os mais viçosos e apeteciveis na próxima semana.
smak!
De cigana a 19 de Março de 2007 às 02:56
Gostei. Ambos temos tomates. E é preciso tê-los para o reconhecer!
De naki a 19 de Março de 2007 às 21:17
Sim, é isso mesmo. Faço destas as minha palavras
De Carmen a 19 de Março de 2007 às 16:24
Olá Caro Skakermaker,
Estou uns dias sem aparecer e depois quando aqui chego deparo com um sem fim de posts uns mais originais que outros, homem imaginativo que você é...
Confesso-lhe nunca ter consultado o seu perfil, nem sei se tem um mas ao ler o que escreve sinto-me cada vez mais curiosa de conhecer mais sobre a sua pessoa!!!!! Em todo caso, os meus parabéns por tanta fertilidade literária... será que as hormonas masculina ou femenina terão alguma influência???
Um abraço e até à próxima

P.S. Estou à espera (ainda) da sua autorisação para o "linkar" no meu blog!

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags