Quarta-feira, 7 de Março de 2007

a mentecapta #02

 

Todos os teus dias são cinzentos e as noites longas como Invernos, mas a chuva não purifica as tuas preces nem o vento sopra a teu favor. E quanto mais tu pedes, menos sabes que obténs, dás tudo e nada recebes, do que queres e não tens. Vives fingida na tua hipocrisia e sempre que te sentes perdida, encostas os lábios nos outros para fugir da mentira. Mas sempre que dás um pouco, alguém vem e pede mais, então voltas a dar outro tanto mas ninguém se contenta com tão pouco que tens para dar. Ninguém precisa do teu sorriso, nenhum sabe a cor dos teus olhos e quando dizes o teu nome, alguém te confunde com outra mentecapta. Mostram-te coisas onde não há nada para ver e prometem-te fundos só para te ter, e poderem-te foder. E sempre que te julgas apaixonada, entregas-te de novo sem receber absolutamente nada. Acho que até tu gostavas de saber onde queres chegar...

Agora que perdeste o caminho de volta e não fazes sequer ideia donde estás.

Sabes, aposto que te sentes só, e a solidão é como uma multidão que te conhece mas finge que não te vê. Tens uma vaga ideia sobre o destino e por mais que acredites que caminhas em sua direcção, mais longe te parece quando não sabes para onde vais. E ainda vais a meio da jornada... Mas sempre que não prestas atenção por onde passas, mais perto ficas de mais uma partida quando pensas que estás de chegada. Procuras quem te oiça para dizeres o que sentes mas nunca obténs as respostas que queres e as tuas perguntas são ignoradas. Tens tanto para dizer mas ninguém te quer escutar e aceitas o dinheiro em troca do teu silêncio. Dizem-te que fizeste bem e que não poderia ser melhor, pedem-te que o tornes a fazer mas nunca te perguntam se quando o fazes te dá prazer. E tu bem sabes que um dia tudo se acaba mas entretanto vais adiando e alimentando essa esperança sempre infundada. Mas quando a alma se perde e o corpo se vende, a mente capta.

Um abraço...

shakermaker

para ver: The Proposition » Pearce/Hurt
para ouvir: Nobody`s Baby Now por Nick Cave & TheBadSeeds em LetLoveIn
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
10 LINCHAMENTOS:
De equipa 6minutos.com a 7 de Março de 2007 às 01:12
Olá Shakermaker,

Somos um conjunto de bloggers independentes e criamos um blogue único: 6minutos.com, que, divido por secções, aborda variados temas: Notícias, Artes e Letras, Internet, Tecnologia, Automóveis, Viagens...

Esperamos por ti!

Até já!
De Simao a 9 de Abril de 2007 às 14:02
bom trabalho.
Consultem este blog que está ainda a desenvolver-se e precisa de comentarios e de opinioes. (sobre futebol e desporto etre outros)
http://futebol20.blogspot.com/
De nena a 7 de Março de 2007 às 02:23
alô..salut..e 1noite boa pra tu..avec 1 petit bisoux
smak!

A mente capta, afunda, enterra e jorra
acelera o ritmo
cospe e deita fora
noite a dentro\ macho em macho
acima abaixo
de hora em hora.
De Mariana a 7 de Março de 2007 às 10:13
O melhor é partir da permissa que :
a alma ganha,
o corpo não se vende mas partilha-se e
a mente concilia a dualidade da alma e o corpo.
A caminhada ganha luz e cor.
Gostei do texto triste.
De Cláudia Oliveira a 7 de Março de 2007 às 10:31
Foi desta. Excelente texto.
De apenasMadalena a 7 de Março de 2007 às 16:04
Maravilhoso
Bjokas
Madalena
De laura a 7 de Março de 2007 às 17:22
Caro Sharker baby,
Obrigada pela visita do ilustre; mais narrativas farei, para lhe agradar ;)
Muitos beijos
Laura
De HornyMeUp a 7 de Março de 2007 às 21:22
Caro Shakermaker,

Quero lhe agradecer os comentários que tem feito no meu blog e deixar lhe a minha resposta face ao último.
Escrevo pois é o único método cartártico que conheço e que comigo funciona perfeitamente e não faço questão de publicitar o meu blog. Compartilho, normalmente, os meus textos com uma minoria do meu grupo de amigos próximos, aqueles que, de facto, irão conseguir deslindar a essência dos mesmos e não se chocarão com algum praguejar.

E, na qualidade de escrita autobiografica, acho que nunca estarei 100% preparada para a opinião dos outros, se bem que me agrade sabe-la. Incongruências dais quais não se foge.

Abraço Horny

Deixo lhe hoje a url de outro blog meu
De zeze a 7 de Março de 2007 às 21:29
Olá Amigo

Bom texto, Quantas e Quantas pessoas há assim...

Um Abraço
De xi-c a 7 de Março de 2007 às 22:01
És sensível.

xi-c

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags