Terça-feira, 6 de Março de 2007

lenga-lenga #02

 

Ela tinha um gato malhado que era muito mal criado.

Se lhe dizia “bom dia”, ele nem respondia,

Se com ele queria brincar, deitava-se a ronronar,

Se na marquise o fechava, ele arranhava.

Aquele gato malhado era muito assanhado,

Nem sequer sabia miar para lhe agradar.

Mas um dia o gato dela saltou pela janela,

Não lhe fez um funeral, nem sequer acendeu uma vela.

 

Trouxe para casa uma gata, mas desta vez amarela.

Estava grávida essa gata, para azar dela,

Teve sete gatinhos duma só vez, todos filhotes dum gato maltês.

Saltavam para cima da mesa e comiam-lhe a sobremesa,

Esgatanhavam-lhe o colchão e faziam chichi no chão,

E até dentro dos seus sapatos faziam chichi os gatos.

Para ficar sossegada foi viver para o telhado,

Mas um dia caiu e morreu como o gato malhado.

 

Um abraço...

shakermaker

 

para ver: GatoPreto,GatoBranco»Kusturica
para ouvir: The Lovecats por The Cure em Japanese Whispers
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
7 LINCHAMENTOS:
De nena a 6 de Março de 2007 às 03:18
smaK! ..

Nem nunca tive um gato!..
só não queria apanhar o geito
das caricias
nem o côncavo do afagar;
e até tinha os ouvidos cheios
do ron..ron..ronar.
Nunca quiz um gato, ponto final;
e muito menos bravio,
não me bastava já o desvelo
e esse eriçar de pelo
das gatas com cio.
Posso vir até a ter um gato,
só por castigo;má raça a minha
que há-de cobrir todos os cães
todos os gatos e as gatas
mais as cabras e as cadelas
da vizinha.

(e não é que vim a ter uma?..)
De Marisa a 6 de Março de 2007 às 09:11
Só para lhe expressar o meu agrado pela música, gosto muito!
Continua em alta, as always...
Abraço.
De Mariana a 6 de Março de 2007 às 09:42
Não tem a ver com sexo
(gato ou gata),
não tem a ver com cor
(malhado ou amarela)
não tem a ver com os estragos
(malcriação ou gulosice)
não tem a ver com as vidas
tem a ver com mortes.

De cigana a 6 de Março de 2007 às 11:52
O que tu és capaz de fazer jogando com as palavras, verdadeiros malabarismos!
De noivo a 6 de Março de 2007 às 14:38
acho incrivel como do nada nos dás algo enorme!
De nancy moises a 6 de Março de 2007 às 15:01
Eii adorei tdo por aqui, seu blog é barbaro...
Convido a fazer a inscrição p ser destaque no lua em poemas e ofereço o award na lateral de meu blog.
bjs e um bom dia!!!
De Maria a 6 de Março de 2007 às 18:04
Bonito, sim senhor.

[só não gostei da ilegalidade literária que cometeu com o meu livro, err... aquelas coisas não se podem divulgar...cof cof... senão já viu a minha vida..?]

Esta musica é gira ;)
abraço

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags