Domingo, 4 de Março de 2007

savoir faire

 

Pintam os lábios com rosa choc-pop e sombreiam os olhos com azul do céu.

Deixam crescer as unhas já vermelhas e descoloram as raízes dos cabelos.

Andam em bando, rua acima rua abaixo, arrastando as asas aos que passam.

Piscam os olhos borrados de eyeliner enquanto mastigam as bubblegum.

 

As meninas dos subúrbios querem dar nas vistas e ficam de beicinho pelos rapazes das avenidas. Ainda não têm o que querem e nem sabem como conseguir… Mas um pouco de savoir faire só vos ficava bem moins cher.

 

Comem pipocas doces coloridas e sugam refrigerantes light por palhinhas.

Vestem tops muito apertados ou decotados e usam saias curtas de ganga.

Param diante das montras da moda e imaginam que são elas os manequins.

Sorriem para os jovens de fato e gravata enquanto falam alto ao telemóvel.

 

As meninas dos subúrbios querem fazer figura e ficam de beicinho pelos rapazes das avenidas. Ainda não têm o que querem e nem sabem como conseguir… Mas um pouco de savoir faire só vos ficava bem moins cher.

 

Um abraço...

shakermaker

 

para ver: The Age Of Innocence »Scorsese
para ouvir: Beast Of Burden por The Rolling Stones em Some Girls
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
14 LINCHAMENTOS:
De MalucaResponsavel a 4 de Março de 2007 às 00:53
AI ai... eu vivo nos arredores de Lx e nao me acho nada assim... :) bj
De zeze a 4 de Março de 2007 às 19:38
Isto de quem é da provincia é assim...

Um Abraço
De Gala a 5 de Março de 2007 às 00:14
este texto é uma das provas de ke vivemos num mundo estereotipado
De nena a 5 de Março de 2007 às 03:41
yellô..beautiful flawer in the country..savoir faire,ce nést pas pa 1uma qualquer..bahh..non..;mais celle lá uláláá..des belles faisses..tu ne trouves pas?
que estranho;...não andámos juntos na escola?..
não terás tu batido com a cabeça em piqueno ( deixa tar o i que fica ali bem)
mas onde é que tu andaaaaste homem??? É que tinha todo o prazer em partilhar esta cervejola contigo; gostas de super bock ás 4h da matina? Também te fazia 1 cafézito;..umas tostazitas..qualquer coisita, é só pedir...( nem me importava de ter trabalho agora; só pra te ouvir).
smak!
De Teixeira a 5 de Março de 2007 às 10:46
Achei piada ao texto. Mas isso não parece coisa de avenidas mas sim de centros comerciais. Bom se estás a referir-te à malta do técnico ou do Eduardo VII já se entende...

:D

[[]]
De Cláudia Oliveira a 5 de Março de 2007 às 12:02
O meu post serviu-te de inspiração. Bom saber.
De apenasMadalena a 5 de Março de 2007 às 13:11
Concordo que realmente há meninas assim, nos suburbúbios... Mas e então aquelas das avenidas que vivem assim??? Ou estarão apenas mascaradas??? Ora ai está uma boa pergunta...
E ñ estou a defender ninguém, atenção! Até pq eu menina já ñ sou, ñ costumo andar assim e dps em comum apenas o suburbúbio, mas isso graças a Deus! Minha querida Sintra, tão longe e tão perto de Lisboa!
Bjs
Madalena
De Esquisitinha a 5 de Março de 2007 às 13:50
Olhe que não se diz lábios, nem vermelho.
Beiços. Encarnado.
Questões de berço, sei lá...
De Mariana a 5 de Março de 2007 às 14:18
Mon cher: 'mais s' elles n' avont pas de savoir comment faire'.
Savoi faire não se adquire por 'workshops' ou por cursos 'online', não se compra para grande pena de muita gente deste país.
Ou se nasce com ou ... não há como.
De mulherde30 a 5 de Março de 2007 às 20:16
as meninas dos suburbios, perdidas nos olhares dos homens das avenidas. Querem crescer, sabes? Não sabem é como. Querem chegar mas ainda não sabem bem o que fazer. Vestem-se e maquilham-se as meninas para prenderem os olhos dos que não usam eye liner. Mas essas meninas, são como as do liceu... mesmo que te seduzam, só podes olhar, nunca mexer!

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags