Domingo, 21 de Janeiro de 2007

sinto o que vejo

 

A vida é um pouco como estar perdido no meio, em que todas as direcções estão à mesma distância. Quase como um gelado com bacon, em que o paladar nem reage ao contraste do frio com o salgado. A vida é como estar sempre pronto para o que der e vier, mesmo sem nunca rastejarmos na lama com os nossos fatos de alta-costura. Assim como um bolo de aniversário sem velas, em que tentamos esconder que já devemos anos à cova. Por vezes, a vida é como uma operação de peito aberto, em que só nos preocupamos se vamos ficar com uma cicatriz. Tal como preterirmos um seguro de saúde por uma cirurgia facial para corrigir o nariz. Às vezes, a vida é como os vários cavalos que nos aceleram o carro, sem nunca nos ocorrer que por andarmos mais depressa, mais longe ficamos de chegar sãos e salvos. A vida bem poderia ser como uma mera maçã pois mesmo quando tem bicho, ou está amachucada, há sempre um pedaço que se aproveita. A vida pode até nem ser como eu penso que seja mas parece tal e qual como eu sinto o que vejo.

 

Um abraço...

shakermaker

 

para ver: Apocalypto » Mel Gibson
para ouvir: What`s Good por Lou Reed em Magic And Loss
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
4 LINCHAMENTOS:
De A Tua Amiga a 22 de Janeiro de 2007 às 11:24
Ah filosofo! :D
abreijo
De Noivo a 22 de Janeiro de 2007 às 14:58
Não poderia concordar mais contigo!
De luna a 22 de Janeiro de 2007 às 14:59
Si s'nhor! Devo dizer-lhe, caro Shaker, que há muito não lia um texto que me enchesse tanto "as medidas" quanto este...

Não, as medidas não são avantajadas mas quando ficam com " " aí não há fita métrica que valha! ;)

Beijo rubro
De apenasMadalena a 22 de Janeiro de 2007 às 17:06
Espectacular :)
Bjokas
Madalena

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags