Sexta-feira, 5 de Janeiro de 2007

acabar com a tradição

 

Não gosto do Natal. E mesmo sabendo que isto é um lugar comum ou que até está na moda dizer mal do Natal, mantenho a mesma opinião. Porém, com uma ressalva, eu não gosto do Natal da maneira como este é comemorado. Por isso, aos poucos, ano após ano, tenho tentado quebrar algumas tradições inerentes à época natalícia. Por exemplo, não gosto de bacalhau cozido, embora adore bacalhau, e por isso decidi que no meu Natal jamais se irá cozer bacalhau. Este ano apeteceu-me bacalhau no forno com batatas a murro, e assim foi. Também não gosto de peru e por isso não houve gluglu. Optei antes por um fondue de carne de vaca com muitas frutas e legumes à mistura. Aos poucos, vou alterando as tradições alimentares do Natal embora ainda não esteja plenamente satisfeito com a parte dos doces pois há sempre alguém que me oferece um raio dum bolo-rei ou me traz aquelas broas de mel intragáveis. Até a sacana da lampreia de ovos tenho que gramar porque, assim mo lembram, é da tradição. Porém, as minhas preces têm vindo a ser ouvidas quando tento implementar na doçaria de Natal o leite-creme. Deveras, a minha sobremesa preferida. Aliás, a primeira coisa que faço quando entro num restaurante é precisamente espreitar se tem leite-creme no cardápio das sobremesas. Se assim não for, pondero sempre se merece a pena degustar nesse restaurante. Outra das coisas que me tenho esforçado para abolir dos meus Natais são as malfadadas cuecas azuis para estrear no ano novo. Finalmente, e após um longo percurso de avisos, já perceberam que eu não gosto de receber cuecas azuis. Primeiro, porque prefiro boxer-shorts, e segundo, porque também não uso quaisquer tipos de boxers azuis duma qualquer marca. Se me querem oferecer uns boxer-shorts, tudo bem, ofereçam. Percam o amor a €15 ou €20 e vão à Throttleman. E então, eu prometo que os uso no dia um de Janeiro. Caso me ofereçam mais do que uns boxers, não faz mal. Eu nem me importo de trocá-los as vezes que forem precisas, durante o primeiro dia do ano, desde que sejam os boxers que eu gosto e que uso. Atenção, nada de boxers com Pais Natais, bonecos de neve ou sinos a badalar, a menos que não se importem que eu os vista uma única vez. É que, convenhamos nisto, boxers assim tiram o tesão a qualquer mulher.

 

Um abraço...

shakermaker

para ver: Dreamland »A.Bruckner/K.Garner
para ouvir: I Hope, I Think, I Know por Oasis em Be Here Now
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
11 LINCHAMENTOS:
De anacanela a 5 de Janeiro de 2007 às 02:59
é só espirito! como uma amiga minha escreveu ...escreves loucuras na tal e tal! é natal :)
ouve lá nao devias estar a fazer tostas?
á noite tostas? e de manha ..torras?
De NãoSouEuéaOutra a 5 de Janeiro de 2007 às 07:38
Olá. Obrigada pela visita. O natal, sim o natal, já sumiu debaixo do tapete do ano passado. Usualmente, ele se afasta rápido quando surge, no entanto, um mês antes da sua vinda, os dias correm rápido para quem não o aprecia nas suas medidas certas. Não sou apreciadora de natais, mas, isso é uma longa história. Para compensar, tenho sempre alguns presentes gratificantes. Recebo aquilo que quero. Aprendi a avisar que não adianta disperdiçar dinheiro em coisas que não me fazem feliz. Se quiserem oferecer, agradeço e, se não o quiserem, também não me sinto mal. Aprendi a viver entre estes extremos, tanto me dá se tenho ou não presente. Se não houver natal, também não choro por isso.
Quanto à gastronomia. Tenho tendencia ao vegetarismo. Na verdade não gosto muito de comer, parece um acto esquisito. Como, porque tenho de comer, senão morro à fome. Por outro lado, gosto imenso de cozinhar ( quando me dá para esse lado), em especial comida mediterranea muito à base de peixe. Onde impera o naturalismo e a boa estética na apresentação do prato. Também me agrada fazer sushi, não como moda, mas sim por gosto e pela estética.
Ao contrário de ti, sempre odeio bacalhau... somente há um ano e tal começei a apreciar bacalhau, mas, depois de ter aprendido a cozinhá-lo à minha moda. De vez enquando, faço um prato e foi o que aconteceu este natal. Escusado será dizer o efeito que provoco nas pessoas, fica tudo a funcionar milagrosamente da barriga.
Perú, bem.... não o como há muito e muito tempo. A última vez que comi carne, foi de pato. Gosto imenso de pato, mas, não consigo digerir depois a carne. ( é-me mais fácil peixe! )

Para o ano, se puder te dar um conselho, é este: em vez de perú, come pato. Quanto aos presentes, a melhor idéia que podes ter é um mês antes colocares um post-scriptum em cada porta o que queres para o natal, assim passarás um natal mais feliz e todos ficarão contentes.
Quanto à tradição de cueca azul para o fim-de-ano. Acho bem que mudes para boxer´s.... Eu não pratico essa tradição. Para contrariar e se me recordar dessa tradição, não visto cueca. Assim, não há livro de reclamações que aguente ou passe uma multa.

Bem, um homem com boxer´s fica um espéctaculo, mas, floriado a pai natal, bolinhas e tal (como escreves aí) tira qualquer uma do sério, em especial aquelas que não são amantes desse estilo.
Cá para mim, usavas boxer´s made in " Boss " justinhas e cinzentas e ficavas um must. (Risos)

Bem... adiante.... fica em paz com o natal ido... afinal, ainda há muitos pela frente!!!
Abraços
De misslust a 5 de Janeiro de 2007 às 09:19
Ohhhh e agora!
Que faço aos embrulhos que ainda tenho debaixo da minha arvore e que são para ti! rsrsrsrs
Que raio de pontaria a minha...
Um deles é nem mais nem menos umas cuequinhas azuis (opá mas é um azul tão amoroso que não resisti e depois pelo preço rsrsrs, comprei um par para todos os homens que conheço) não resisti também e numa de fazer toillet hehehe comprei também umas meias azuis (tripla sorte, é o objectivo). Depois tenho ainda os doces, rsrsrs eu desesperada para perder os kilos que já tenho a mais e é só doces atras de doces, aquilo foi tipo saldos...merece dois mas leva seis! Tudo muito bem acondicionadinho, com controlo de qualidade e prazo de validade rsrsr Ora estou a falar das horriveis broas de mel e dos feios dos bolos reis, que nem a cheiro gramo e que juntei com as cuequinhas e meias!!! Bem sei que quando muito seria hoje o ultimo dia da entrega das prendinhas rsrsrs mas agora já não sei que fazer, perante esta tua divagação! rsrsrs.

Humm fondue cheinho de frutas, humm ate fiquei com agua na boca, vé lá se na proxima convidas rsrsrs.

Beijoca grande e tem um optimo dia de Reis
De apenasMadalena a 5 de Janeiro de 2007 às 11:42
Ehehehehe
Adorei o teu post!! A forma como está escrito e sobretudo porque concordo plenamente com ele!!!
Não nos maçem com secas, pleaseeee
Bjokas gandes e um bom 2007
Madalena
De Cláudia Oliveira a 5 de Janeiro de 2007 às 15:54
O que tira a tesão a uma mulher é ver o pai natal nos boxers, pensar que vem aí uma grande prenda e depois...naaaaa..

Também não gosto do Natal
De ladybugstories a 5 de Janeiro de 2007 às 16:01
Pois eu adoro o Natal! Se calhar porque tenho uma família numerosa, e a alegria das crianças é contagiante!
Adoro escolher o presente para cada pessoa.
Odeio bacalhau o ano inteiro, mas abro excepção para a noite de Natal, e nem reclamo!!!...
Sou consumista, pirosa, e nos dias que antecedem o Natal uso um sorriso aparvalhado como se fosse receber os melhores presentes do mundo.
Não tenho o hábito de oferecer boxers com Pais Natal, ou fantasminhas que brilham no escuro, mas também ver um homem com essa indumentária não me tira de todo a vontade... (exceptuando o fio dental tigrado )
A cueca azul é tradição para a família inteira, e atenção tem que ser oferecida, mesmo que seja um número acima do nosso e fique na gaveta até o ano 2050...
Imagino que deve ser seca passar esta época para quem não gosta, mas acredito que quando houver criancinhas nas vossas casas vão ver o Natal como uma noite de Inverno quente e cheia de sorrisos.
Beijos


De Renatinha.. a 5 de Janeiro de 2007 às 22:02
muito obrigada pela sua visita e pelo comentário..
só tenho que pedir desculpas, por não estar aqui antes, estava fora do meu país por isso só estou lendo agora..

Deixo pra ti um 2007 escandalosamente maravilhoso

um beijo
De so12 a 6 de Janeiro de 2007 às 01:09
Bemmmmm...louvável esse seu esdorço, sim senhor!
A marca paga-lhe a publicidade às cuecas, ou é meramente um pormenor fashion? há coisas intrigantes...
De isabel a 6 de Janeiro de 2007 às 01:36
Boxers com o pai natal não dão grande tesão, até porque ele já está velho e não faz parte da nossa tradição. Com o menino Jesus também não me parece. O que considero bastante erótico é o momento em que o homem as despe e aí......tanto faz, o padrão ou a cor, o que importa mesmo é o presente que elas escondem. Quando o presente está em conformidade com os nossos gostos temos a oportunidade de apreciar a magia do natal. Creio que a expressão "o Natal é sempre que um homem quiser" deverá ser modificada para "o Natal é sempre que um homem puder"

Breal
De Maria das Dores a 6 de Janeiro de 2007 às 01:52
Chiça que o homem é exigente e esquisito!
Não sei que mal tem umas cuecas azuis ou com o Pai Natal...isso é mesmo falta de espírito natalício!

Vai um bacalhau cozido? Mas uma fatia de bolo rei já marchava com a fome que tenho!

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags