Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2006

nada de surpresas

 

Sempre fui um tipo sensato, por isso acredito no Pai Natal. Além disso, fica-me sempre bem acreditar que um velho balofo de barbas brancas, vestido de vermelho, anda por aí a entregar presentes a toda a gente. É claro que não sou ingénuo ao ponto de acreditar que o Pai Natal viaja num trenó que voa puxado por renas. Será porventura um trenó do género Tupoleve ou movido a jacto e sem quaisquer renas a puxá-lo. Digamos que as renas só lá estão para enfeitar. Também não acredito naquela conversa do Pai Natal entrar pelas chaminés... Quanto muito, o velho bonacheirão, entrega os presentes pela DHL ou deixa-os em cima dos tapetes de entrada nas nossas casas. Assim sendo, elaborei uma lista de presentes para os meus familiares ou amigos escolherem e encomendarem ao Pai Natal para este me trazer. Volto a repetir que sou sensato, por isso há uma grande variedade de escolhas e de preços.

 

Colecção “Melhores Momentos” dos Monty Python, em DVD. Custo aprox: €43

Livro “O Poder dos Sonhos” de Luís Sepúlveda. Custo aprox: €9

Assador de enchidos, em barro vermelho. Custo aprox: €5

Filme “The Corpse Bride”, de Tim Burton, em DVD. Custo aprox: €25

Tira-Borbotos eléctrico ou manual. Custo aprox: €10

Boxers Throttleman, qualquer cor, com ursos ou girafas. Custo aprox: €14

Grand Theft Auto: Vice City Stories, em UMD para PSP. Custo aprox: €60

Casaco de pele castanho, tipo parka, Ermenegildo Zegna. Custo aprox: €1200

Álbum “Midnite Voltures” de Beck, em CD. Custo aprox: €12

Cortinas para chuveiro individual, em tons azuis. Custo aprox: €20

Processador “Athlon 64BIT 3400” da AMD. Custo aprox: €208

Blusão de pele castanho, com gola amovível, Throttleman. Custo aprox: € 250

Álbum “Lipstick Traces” dos Manic Street Preachers, em CD. Custo aprox: €25

Livro “O Animal Moribundo” de Philip Roth. Custo aprox: €13

Sobretudo de algodão azul, com capuz, Helvetica. Custo aprox: €225

 

Nada de surpresas!

Por favor, restrinjam-se apenas pela lista. Não gosto de surpresas e só quero coisas que preciso. Porém, ficarei contente com um simples e-mail ou postal.

 

Um abraço...

shakermaker

 

para ver: LittleMissSunshine » G.Kinnear
para ouvir: Fuck X-Mas, I`ve Got The Blues por The Legendary Tiger Man
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
5 LINCHAMENTOS:
De Tenho pena mas não tenho nome a 18 de Dezembro de 2006 às 01:46
Ora bem tanta coisa para chegar a este blog. Eu acho que já nada me surpreende, mas tudo pode acontecer, não é por "acaso" que há uma música num blogs que eu adoro, e num dos espaços mais lindos, que é FROM THIS MOMENT ON.... e então, seja, a partir deste momento e desde há algum tempo, o que tiver de acontecer, ACONTEÇA....desde que eu me sinta, sempre dentro dos meus principios/sentimentos, dos que me têm regido até ao momento, e até às 1h35 do dia 18/12/2006, eu estou BEM. Sobre o Pai Natal e o Natal, deixe-me que lhe diga, enquanto tive a possibilidade/oportunidade enquanto criança, acreditei no Pai Natal, e fiz o mesmo ao meu filhote e gostaria que o mesmo acontecesse a todas as crianças do Mundo. Este ano, mentalmente escrevi ao Pai Natal, talvez o tenha feito, enquanto adulta, talvez Ele até me tenha dado prendas, já não me recordo, este ano, recordo bem, pedi-lhe um novo emprego, por favor Pai Natal, que eu arranje um novo emprego, eu estava pedindo a sério mesmo. O que aconteceu, fui despedida..... bem feita???? Neste momento, estou de férias, há espera da carta de despedida, não estou desesperada.... mas estou muito ferida, não com o Pai Natal.... comigo própria.........................................
Sobre o Natal, não é familiar, é social, esta afirmação não é de todo minha, mas adorei quando li e vinda de quem veio, agora não interessa de quem veio............
Vai ser concerteza um Natal triste, mas o Natal, para mim são mesmo lembranças tristes, portanto tudo bem, este ano, como não podia deixar de ser ainda vai ser mais triste ainda, mas eu já sei como fazer para não ser assim tão triste, mas também não sei se vou fazer alguma coisa daquilo que estou pensando, porque em vez de me calar e fazer, eu vou dizendo o que tenho, o que quero, que vou fazer, e toda a gente pensa que eu sou uma coitadinha, que pena, e depois eu fico zangada, mas isto vem acontecendo desde sempre, quer dizer, mais ou menos desde 1997......
UM BOM NATAL
De maria joão a 18 de Dezembro de 2006 às 10:02
Recomendo os "filhos de anansi" de Neil Gaiman, quiseres ofereço, mas em segunda mão. Pelo que já li no blog ele tem tudo a ver contigo.
De Butterfly a 18 de Dezembro de 2006 às 20:46
Eu fico-me pelo comentário aqui a desejar um feliz natal e já agora, não vá o diabo tecê-las e eu não posssa vir cá depois venha de lá um próspero ano novo!!Espero que 2007 lhe traga muitos e bons momentos, com surpresas, mesmo daquelas que não precisa ;) pois assim é que a vida tem piada, e, caso o conhecesse e lhe pudesse dar uma prenda garanto que não me restringiria a essa lista enfadonha e ver-se-ia a braços com uma prenda original! Quer saber o que é? .... Não sei se diga... Acha que se portou bem este ano? Acha que merece saber o que seria a sua prenda? ... pista tem 5 cm de comprimento! hehehe

Beijinhos e bons vôos!
De antídoto a 19 de Dezembro de 2006 às 20:37
Caramba, finalmente um companheiro de crença. Eu sou a testemunha vida que o pai Natal existe, aliás, ainda ontem choquei com ele e tenho a marca, no joelho, que o comprova.
Quando a presentes, sugiro o triplo Orphans , do Tom Waits , outro que também existe...

Festas boas
De Sereia a 20 de Dezembro de 2006 às 14:47
Deixo-te então um comentário a desejar um Feliz Natal e aproveito ainda para te dizer que o assador de enchidos também faz parte da minha lista de Natal! :)

beijinhos

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags