Terça-feira, 5 de Dezembro de 2006

faço-te a vontade

 

Se é tua vontade que eu não te dispa mais nenhuma vez, então as minhas mãos permanecerão quietas pois é assim que tu queres e eu faço-te a vontade.

Se é tua vontade que eu não te faça quaisquer perguntas, então a minha boca manter-se-á fechada pois tu não me queres dar as respostas e eu faço-te a vontade.

Se é tua vontade que eu não te procure mais, então não precisas mais esconder-te de mim pois eu não vou mais querer saber de ti e faço-te a vontade.

Eu farei todas as tuas vontades que nos satisfaçam, aos dois. E sempre que houver alguma vontade que eu não te possa satisfazer porque não me satisfaz, então é porque está na altura de nos tornarmos a ver e eu faço-te a vontade.

 

Um abraço...

shakermaker

para ver: Reservoir Dogs » Q. Tarantino
para ouvir: AreYouReadyToBeHeartbroken? por Lloyd Cole em Rattlesnakes
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
5 LINCHAMENTOS:
De diana a 5 de Dezembro de 2006 às 19:27
Eu acho que nunca se devem fazer todas as vontades...
Especialmente a nós mulheres que muitas vezes dizemos querer algo... embora a vontade seja outra ;)
De maresia a 5 de Dezembro de 2006 às 23:49
Ola :)) pois gostei do post...mt mesmo apesar de e por vezes...achar muita "condescêndencia" da sua parte...ehehe
Grata pela visita

Beijo suave____maresi@
De Daniela Mann a 7 de Dezembro de 2006 às 01:05
A sensibilidade e a paixão de mãos dadas...
Abraços meu amigo
De PrincesaVirtual a 7 de Dezembro de 2006 às 12:56
Que menino tão inteligente...um belo partido (inteiro) para qualquer mulher :D

ehehe beijos shaker
De Manefta a 12 de Dezembro de 2006 às 17:50
Pois claro, pois é isso mesmo, eu não gosto de ter homem todos os dias, gosto de tipos ocupados, que não andem sempre a sonhar comigo e a mandar sms e a ligar a toda a hora só para me dizerem que isto e que aquilo. Quando a distância já não sabe bem, a presença passa a ter outro sabor.

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags