Quarta-feira, 8 de Novembro de 2006

não era suposto

 

Não é suposto sermos teus amigos mas como te sentes só... Vamos ser amigos por um dia. Nem era suposto falar sequer contigo porque não te conhecemos de lado nenhum mas como também somos uns estranhos para ti... Podemos então conversar. Todos se afastam e recusam-se a falar contigo mas toda a gente nos empurra na tua direcção. Agora todos nos querem ver do teu lado e ficar connosco enquanto estamos contigo. Não é suposto teres tantos amigos e tantas pessoas que se interessam por ti só porque nos preocupamos contigo. Nem era suposto ficares tão contente por teres a nossa companhia porque afinal somos apenas teus amigos por um dia. Amanhã vais-te sentir só, novamente. Todos nós sabemos o quanto isso te custa, no entanto, azar o teu!

 

Um abraço...

shakermaker

 

para ver: The Dreamers » B. Bertolluci
para ouvir: Hold On To Your Friends por Morrissey em Vauxhall and I
blogjob por shakermaker às 00:00

ISOLAR POST | DESANCAR POST | RECOLHER POST
1 LINCHAMENTOS:
De Anónima a 18 de Dezembro de 2006 às 01:54
Claro azar o meu. Agora que tenho tantos conhecidos e talvez até alguns "amigos", estou e sinto-me sempre sózinha. Mas sabes, já estive muito pior, sabes o que é estares em casa, és mulher casada, e o teu marido até está em casa, e tu estás sózinha, sentes-te tão sózinha, na mais completa solidão.....eu sempre gostei da solidão, do meu cantinho, desde que estivesse mesmo sózinha em casa, mais vale sózinha que mal acompanhada, tb nunca me deu muito jeito de andar a visitar "amigos" nas suas casas, só quando ia com o marido, e qdo este achava que....
UMA BOA NOITE.
TUDO BOM

desancar shakermaker

Blog Widget by LinkWithin

»posts & blogjobs

» música menstrual

» o amor faliu

» dead man walking

» alive and kicking

» saudade amolece

» música para gente grisalh...

» penálti de cabeça #01

» café puro

» mais (es)perto da estupid...

» do caixão ao berço

» você bate no seu pc?!

» parebenizar & desvaloriza...

» bamboleo bambolea

» subindo paredes

» videoclip #05

» recycle bin

» saturday night sweat

» deixem-me em paz!

» working class hero

» a frase feita: o lugar-co...

» foram espinhos contra ros...

» há coisas que eu sei

» (quase) tudo sobre justiç...

» videoclip #04

» surrealizar por aí

» (com)postura corporal soc...

» todos juntos somos mais

» (quase) tudo sobre cortej...

» amor: um silêncio coniven...

» o cintilante não é brilha...

» a conspiração do semáforo

» as lesmas & as alfaces

» molhar as partes pudibund...

» presos pelo nariz

» dog bless america

» inferência das coincidênc...

» eu acredito no mosquito

» quem tem o gay na barriga...

» tira-nódoas vs tira-teima...

» um eco do prazer

» estou cansado de ser sexy...

» amor: reavivando a memóri...

» cosmética sexual #02

» cosmética sexual #01

» amor: brincando com o fog...

» cravados na mente

» o universo paralelo

» mistério do objecto invis...

» 7 e picos, 8 e coiso, 9 e...

» #33

»séquito & móinas

»insultar shakermaker

»feeds & não-sei-quê

»tags

» todas as tags